Ginkgo Biloba → A Planta Milenar que Vai Aumentar a Potência do seu Cérebro

Ginkgo biloba é um suplemento natural que tem sido usado há milhares de anos como um tônico geral de saúde.

Ginkgo Biloba

Resumo do Ginkgo Biloba
Também chamado de: Tanakan, Tebonin, Rökan, Maidenhair
Tipo:
  • Adaptógeno
  • Natural
Bom para:
  • Memória
  • Humor
Combinações
  • Vimpocetina
Dosagem: 120 a 600 mg
Meia vida: 4-6 horas

Pesquisas modernas confirmam seu uso como reforço de memória, potenciador cognitivo e protetor cerebral.

Ginkgo biloba é um dos medicamentos naturais mais antigos do mundo.

Seu uso remonta dezenas de milhares de anos à China antiga, onde foi usado para melhorar a energia e tratar uma variedade de doenças que vão desde infecção até asma.

Uma pesquisa moderna confirma Ginkgo biloba, geralmente complementado sob a forma de um extrato concentrado 50:1 padronizado, tem muitos benefícios tanto para o cérebro quanto para o corpo.

Alguns dos benefícios mais emocionantes do Ginkgo biloba estão relacionados à memória, humor e cognição.

Também é conhecido por atuar como um antioxidante, protegendo o cérebro do estresse oxidativo e danos dos radicais livres.

Porque interage muito bem com outros suplementos e pode atuar como potenciador para outros nootrópicos, o Ginkgo biloba é uma adição popular às combinações nootrópicas.

Ginkgo não é regulado como farmacêutico nos EUA e está disponível como um suplemento dietético.


Efeitos e Benefícios do Gingko Biloba

Melhoria da memória

Ginkgo biloba tem uma reputação de longa data como um potenciador de memória, e pesquisas recentes estão provando que essa reputação é bem merecida.

Vários estudos e ensaios clínicos demonstraram que a planta complementa significativamente a memória, particularmente em indivíduos que sofrem de demência ligeira a moderada relacionada com a idade.

Muitos ensaios clínicos sugerem que o ele também melhora certos aspectos da memória em populações cognitivamente saudáveis.

Um estudo de seis semanas envolvendo participantes de meia-idade sem comprometimento cognitivo mostrou que a administração diária de Ginko biloba aumentou substancialmente a recordação de informações, embora a cognição geral permaneça inalterada.

Num estudo semelhante envolvendo participantes idosos sem comprometimento cognitivo, a administração diária de Gingko biloba melhorou a memória retardada e o reconhecimento, mas não melhorou outros aspectos da memória.

Estudos indicam que, embora Gingko biloba seja mais eficaz como potenciador de memória em populações mais velhas, pode melhorar alguns aspectos da memória também em usuários mais jovens.

Relatórios de usuários anedóticos suportam os efeitos de melhoria da memória da planta.

Cognição Avançada

A capacidade de Ginkgo biloba para melhorar a circulação e o fluxo sanguíneo no cérebro torna um nootrópico útil e poderoso, tanto por conta própria quanto em combinação com outros suplementos.

Sua capacidade de reduzir a viscosidade do sangue é fundamental para sua capacidade nootrópica; literalmente torna o sangue menos pegajoso, o que melhora o fluxo sanguíneo, aumenta a absorção de oxigênio e nutrientes e, em última análise, aumenta a função cognitiva.

Gingko biloba também aumenta a cognição aumentando os níveis de acetilcolina, o neurotransmissor mais estreitamente associado à aprendizagem, e dopamina, o neurotransmissor associado à motivação e recompensa.

Estudos e ensaios clínicos indicam que Gingko biloba pode atenuar o declínio cognitivo não relacionado com a idade ligeira relacionada com a idade de Alzheimer e reduzir significativamente a deterioração cognitiva associada à doença de Alzheimer e outras formas de demência.

Aumento da energia

Ginkgo biloba tem sido considerado um poderoso impulsionador de energia por milhares de anos, e pesquisas modernas indicam que os antigos médicos chineses que o prescreveram como um tônico geral estavam definitivamente no caminho certo.

Ao melhorar a circulação em todo o corpo, a planta aumenta a oxigenação e a absorção de nutrientes, aumentando a resistência e fazendo com que os músculos funcionem melhor e tenham um desempenho mais longo.

Gingko biloba também demonstrou aumentar a energia melhorando a sinalização da insulina, diminuindo a inflamação, e reduzindo o estresse oxidativo que pode levar à morte celular.

Gestão de Humor

O Ginkgo biloba tem sido tradicionalmente utilizado como elevador de humor, e ensaios clínicos em participantes que sofrem de transtornos de ansiedade confirmam que é um tratamento eficaz para a ansiedade.

Também se mostrou um modulador de humor eficaz para adultos com depressão geriátrica.


Como Funciona

Estudos mostram que o Ginkgo biloba possui vários mecanismos de ação.

Seus principais componentes ativos são glicosídeos de flavona de ginkgo, que atuam como catadores de radicais livres, e lactonas de terpeno, que possuem funções antibacterianas e outras farmacêuticas.

As ações desses componentes tornam o Ginkgo um anti-inflamatório e antioxidante que também melhora a utilização da glicose cerebral, reduz a agregação plaquetária, regula a liberação de neurotransmissores e afeta o sistema vasomotoro.

Uma das ações mais importantes do Ginkgo é inibir o receptor do fator ativador de plaquetas (PAF), que melhora a circulação em todo o cérebro e corpo, dilatando os vasos sanguíneos e tornando o sangue menos aderente.

Ginkgo também protege o sistema vascular contra danos por átomos incompletos conhecidos como radicais livres, que são formados durante o processo de oxidação.

Os radicais livres eliminam e danificam outras células e podem prejudicar significativamente a circulação.

Ginkgo biloba é um poderoso antioxidante que neutraliza os radicais livres, impedindo-os de danificar as células circundantes e até mesmo reparar alguns dos danos que os radicais livres podem já ter feito.

A circulação melhorada desempenha um papel significativo nas capacidades terapêuticas e nootrópicas da planta.

A circulação cerebral melhorada faz com que o cérebro funcione de forma mais eficiente, absorvendo oxigênio e nutrientes de forma mais rápida e completa.

Ginkgo também foi encontrado para modular a liberação de vários neurotransmissores importantes, aumentando os níveis de serotonina, acetilcolina e norepinefrina.

Além disso, o Ginkgo biloba possui propriedades inibidoras da monoamina oxidase natural (MAO) semelhantes às dos antidepressivos prescritos.

A inibição da MAO mantém os neurotransmissores relacionados ao humor dopamina, serotonina e norepinefrina em equilíbrio e pode proporcionar uma sensação de clareza mental.


Dosagem

Não existe uma dosagem padrão de extrato de Ginkgo biloba, mas quantidades que variam entre 120-600 mg por dia foram usadas em estudos e foram encontradas como seguras e eficazes para melhorar a memória.

Ginkgo deve ser tomado com alimentos, e a quantidade total diária pode ser tomada de uma só vez ou espalhada por duas a três doses.


Combinações

Ginkgo biloba é um nootrópico natural popular que funciona muito bem sozinho, mas verdadeiramente brilha em combinação com outros suplementos.

Alguns usuários relatam que seus efeitos de melhoria cognitiva são melhor realizados quando eles são combinados, com outros suplementos.

Aqui estão alguns exemplos de combinação nootrópica todo-natural.

Combinação de Ginkgo Biloba para Melhoria da Memória

A vinpocetina é um nootrópico natural que é mais conhecido como um reforço de memória. Como Ginkgo biloba, tem sido demonstrado para melhorar a circulação e agir como um protetor cerebral.

2x por dia

  • 120 mg Ginkgo Biloba;
  • 10 mg Vinpocetina.

Combinação de Ginkgo Biloba para Humor, Cognição e Energia

Ashwagandha é um antigo nootrópico herbal que remonta à medicina ayurvédica. Conhecido principalmente por seus poderosos efeitos anti-ansiedade, ele também aumenta o humor e cognição.

Gotu Kola é um suplemento natural respeitado conhecido principalmente por aumentar a energia, mas também afeta positivamente a saúde cardiovascular e é conhecido por melhorar as condições de insuficiência venosa crônica.

2x por dia

  • 120 mg Ginkgo Biloba;
  • 300 mg Ashwagandha;
  • 600 mg Gotu Kola(5% de saponina).

Efeitos colaterais

Ginkgo biloba é considerado seguro e bem tolerado, mas alguns efeitos secundários menores, incluindo náuseas, dores de cabeça e batimentos cardíacos rápidos foram relatados.

Estes efeitos são raros e são geralmente temporários, mas se os sentir uma redução da dose é recomendada.

Há alguma indicação de que Gingko biloba pode aumentar o risco de hemorragia, ou então qualquer pessoa que tenha um distúrbio hemorrágico ou que está planejando cirurgia ou recentemente fez cirurgia deve consultar um médico antes de tomá-lo.

As mulheres grávidas ou lactantes são aconselhadas a evitar a planta, pois há poucos dados sobre seus efeitos nessas situações.

Gingko biloba pode interagir com diluentes de sangue, aspirina e analgésicos AINE, antidepressivos, anticonvulsivantes, medicamentos para diabetes e medicamentos anti-plaquetários.

As pessoas que estão tomando qualquer um desses medicamentos são aconselhadas a evitar tomá-lo.


Considerações Finais

Ginkgo biloba é um antigo suplemento natural que resistiu ao teste do tempo.

Amplamente prescrito como um tratamento específico e um tônico geral por dezenas de milhares de anos, atualmente está sendo estudado em sua forma de extrato padronizado como um tratamento potencial para uma variedade de distúrbios circulatórios e relacionados à memória e está rapidamente ganhando popularidade como um nootrópico natural.

O extrato da planta pode aumentar a energia, melhorar a memória e cognição, e atuar como um potente potenciador em combinação com outros suplementos.

É seguro, bem tolerado, acessível e prontamente disponível em todos os lugares.

Se você está interessado em tirar o máximo proveito de seu cérebro e corpo, extrato de Ginkgo biloba é um suplemento que pode valer a pena tentar.

Write a Comment